Relatório do Diagnóstico da Situação dos Idosos em Campo Grande/MS

CORECON MS

Em defesa dos direitos dos idosos, parceria entre CORECON-MS e Câmara debate situação da terceira idade em Campo Grande/MS. O vice-presidente do CORECON/MS, Juan Carlos Antonelli, apresentou um diagnóstico sobre a situação dos idosos na Capital. "O propósito deste trabalho é elaborar informações locais, através do comprometimento social do conselho. Os idosos estão crescendo, as instituições estão atendendo na sua capacidade máxima. Outro fator relevante é a questão da aposentadoria, onde a previdência prevê o direito à aposentadoria para homens com 65 anos e para mulheres com 63 anos, mas fica nossa preocupação em relação às pessoas que desempenham um trabalho pesado e insalubre, precisamos ver esse lado da sociedade. Nós constatamos um razoável atendimento de lazer e acessibilidade, isto é um ponto positivo na cidade. Através do levantamento realizado foi possível constatar também a escassez na mão de obra para atender o idoso, além da existência de idosos moradores de rua, o que o poder público pode fazer para melhorar esta situação”, indagou Juan. “Que este diagnóstico possa ser útil para promover políticas públicas para a melhoria do atendimento ao idoso em Campo Grande”, complementou.

 

Já o presidente do CORECON/MS, Thales de Souza Campos defendeu: "É a nossa responsabilidade institucional cuidar dos economistas, porém nós construímos no conselho um programa de responsabilidade social. Efetuamos em 2015 um trabalho no Asilo São João Bosco, que estava falido e reorganizamos as contas da entidade, foi um trabalho laboratorial para implantar gestão dentro das instituições filantrópicas”, alegou.

 

Não é proposta do presente diagnóstico esgotar o assunto. Pelo contrário. Ao concluir essa etapa, a ideia formalizada pela Câmara Municipal de Campo Grande é construir na cidade diversas frentes de desenvolvimento de políticas públicas voltadas para os idosos, detectando também os principais pontos que mereçam atenção do Poder Público e do círculo de convivência das pessoas na melhor idade, para, desta forma, melhorar a gestão e a integração junto a população de idosos do município.


Faça o download aqui



VOLTAR