Notícias

  • 04/12/2017

681ª Plenária do COFECON elegeu nova presidência


nova presidência do COFECON para 2018.

Os grandes destaques da 681ª Sessão Plenária do Cofecon, realizada de 30 de novembro a 02 de dezembro, foram a Assembleia de Delegados Eleitores, que definiu os nomes dos conselheiros federais para o triênio 2018-2020; e a eleição da nova presidência do Cofecon para 2018. Os economistas Wellington Leonardo da Silva e Bianca Lopes de Andrade Rodrigues estarão à frente da autarquia como presidente e vice-presidente, respectivamente. A eleição foi realizada na sede do Cofecon, em Brasília. O mandato de ambos terá a duração de um ano, a partir do dia 1º de janeiro de 2018.

Wellington Leonardo da Silva é bacharel em Ciência Econômicas pela Universidade Gama Filho. Foi Conselheiro Federal do Cofecon de 2009 a 2014 e Vice-Presidente da autarquia no exercício de 2014. Trabalhou no setor privado de 1977 a 1990 na área de comércio internacional de indústrias do ramo têxtil, maquinaria pesada e química fina. Lecionou nas faculdades Veiga de Almeida e Gama Filho, sendo nesta última até 1992. Foi assessor do Sindicato dos Bancários do Estado do Rio de Janeiro, da Associação dos Funcionários do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (AFBNDES) e chefe de gabinete da ex-deputada federal Ana Júlia Carepa. Atualmente é secretário-executivo do Conselho Regional de Economia do Rio de Janeiro (Corecon-RJ), consultor em Planejamento Estratégico Situacional e diretor do Sindicato dos Economistas do Estado do Rio de Janeiro.

Bianca Lopes de Andrade Rodrigues é bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e aluna do curso de MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foi Presidente e Vice-Presidente do Conselho Regional de Economia de Rondônia (Corecon-RO) e atualmente é Conselheira Federal do Cofecon. Tem experiência em gestão de políticas públicas, planejamento e finanças públicas, elaboração de planos de desenvolvimento regional e projetos de viabilidade econômica. Atualmente ocupa o cargo de Vice-Presidente da Junta Comercial do Estado de Rondônia.

A eleição

A Comissão Eleitoral foi composta pelos economistas Róridan Penido Duarte, Nelson Pamplona da Rosa e Denise Kassama Franco do Amaral. Aberto o prazo para a apresentação de candidaturas, o conselheiro Antonio Melki Júnior lançou os nomes de Wellington Leonardo da Silva e Bianca Lopes de Andrade Rodrigues e ressaltou a importância da continuidade do trabalho que vem sendo desenvolvido no Cofecon, bem como a necessidade do aprimoramento da atividade-fim da entidade.

O conselheiro Jin Whan Oh lançou o nome do economista Paulo Brasil Corrêa de Mello para presidente, destacando a importância do planejamento estratégico implantado no Cofecon há vários anos, bem como da difusão da ciência econômica.

Wellington Leonardo da Silva recebeu 13 votos, enquanto Paulo Brasil Corrêa de Mello recebeu quatro votos. Já a candidata a vice-presidente, Bianca Lopes de Andrade Rodrigues, recebeu 17 votos. Houve um voto em branco.

Após a votação e a proclamação dos resultados, Bianca Lopes de Andrade Rodrigues destacou a necessidade de pensar o sitema Cofecon/Corecons como um todo e ressaltou o fato de ser a primeira mulher a ocupar a vice-presidência do Cofecon. Já o novo presidente, Wellington Leonardo da Silva, enfatizou que os Conselhos Regionais contarão com o apoio do Federal em todos os momentos e que a entidade continuará posicionando-se sobre os acontecimentos econômicos do país. O outro candidato, Paulo Brasil Corrêa de Mello, agradeceu os votos e afirmou que fará uma oposição propositiva.

 

Fonte: COFECON.



VOLTAR